Educação

29/12 | Terça-feira

Flavio Bassi

Helena Singer

Sonia Goulart

Herman Van De Velde

Ignacio Carrasco

Irene Reis

Larisse Moraes

Tereza Raquel

Manhã | Início: 9:15h

09:15 | Vídeo institucional das Escolas Caminho do Meio e Vila Verde

09:30 | Pós-Pandemia: As sementes já estão brotando

Lama Padma Samten – Físico, com bacharelado e mestrado em Física Quântica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Foi professor de 1969 a 1994. Neste período, dedicou-se especialmente ao exame da Física Quântica, teoria na qual encontrou afinidade com o pensamento budista.

Em 1986 fundou o Centro de Estudos Budistas Bodisatva (CEBB), que hoje, além da sede em Viamão conta com vários  centros de prática e retiros em todo o país.

Em 1993, foi aceito como discípulo por Chagdud Tulku Rinpoche e em 1996 foi ordenado lama. Desde então, Padma Samten viaja pelo Brasil para oferecer palestras, retiros, estudos e práticas que integram os ensinamentos budistas e o treinamento da mente à vida cotidiana e às diversas áreas do saber, como educação, psicologia, economia, administração, ecologia e saúde.

Flavio Bassi é antropólogo, educador popular e biólogo com mais de 20 anos de atuação no campo social no Brasil e no mundo. Foi fundador e diretor executivo da Ocareté, atuando com povos indígenas e comunidades tradicionais. Atualmente é vice-presidente da Ashoka, onde lidera a sua estratégia de Educação e Infância na América Latina.

Socióloga, é vice-presidente da Ashoka para América Latina, membro do Conselho Municipal de Educação de São Paulo(CME-SP) e articuladora do Movimento de Inovação na Educação. Foi assessora especial do Ministro da Educação (2015). Mestre e doutora em Sociologia pela Universidade de São Paulo. É autora de República de Crianças: Sobre Experiências Escolares de Resistência (Mercado de Letras,2010), organizadora da coleção Territórios Educativos: experiências em Diálogo com o Bairro-escola (Moderna, 2014), entre outros livros e artigos sobre educação e direitos humanos publicados no Brasil e no exterior.

Herman Van de Velde, nasci na Bélgica (não foi minha culpa), educador popular, promotor da cooperação genuína como uma visão vital-esencial. Desde 1983 compartilhou experiências educativas dentro e na Nicarágua: formação de professores na Nicarágua; acompanhamento de projetos socioeducativos em El Salvador, Guatemala, Honduras e Nicarágua; e nos últimos anos um compartilhamento no contexto americano, sempre projetando a Cooperação Genuína como forma e como horizonte, buscando a concretude de uma Educação Alternativa Popular como Educação Pública ou vice-versa: uma Educação Pública como Uma Educação Alternativa Popular.

Sonia Goulart é uma das idealizadoras da CONANE – Conferência Nacional de Alternativas para a Nova Educação. Sonha, busca e realiza uma educação para todos, inclusiva, autônoma, que nos leve ao bem viver individual e coletivo.

11:30 | Drop Artístico: Cantora Monalise

Monalise é psicóloga, cantora e compositora. Integra o Bloco Mulheres de Chico, como vocalista, há nove anos.
Dá aulas de canto e musicalização infantil, tendo grande experiência com crianças especiais .
Se prepara para gravar seu primeiro disco, a ser lançado no primeiro semestre de 2021.

Tarde | Início: 15:00h

13:30 | Xadrez: uma aventura no mundo das 64 casinhas - A partir de 7 anos.

Professor de Matemática (UFRGS), Especialista em Projetos Sociais e Culturais (UFRGS) e Instrutor de Xadrez Pedagógico (Confederação Brasileira de Xadrez – CBX).

Ajudou a coordenar o programa de migração do sinal analógico para o sinal digital de TV no RS. Participou como integrante do Coletivo Cidade Mais Humana nos ramos de cicloativismo e meio ambiente. Trabalhou na administração e mobilização de recursos com a cooperação internacional da Cáritas Brasileira/RS. Foi Secretário Municipal de Educação e Cultura de Barão. Atuou como professor-tutor do Programa Escola, Conectividade e Sociedade da Informação (UFRGS).

15:00 | Mesa de Conversa: Descolonizando Corpos e Mentes: o papel da educação

Ignacio Alonso Carrasco Ulloa, educador chileno. Criador da Pedagogia do Bem-estar e da Espiral do Desenvolvimento Humano (EDH). Após uma viagem de pesquisa e prática sobre a educação Montessori e a Matriz Biológica cultural do Dr. Humberto Maturana e Ximena Dávila na Escola Matríztica, ele desenvolve uma práxis pedagógica e organizacional auxiliando na transição da cultura patriarcal predominante para uma Cultura Neomatrística, possível construir hoje a partir de ações diárias em todos os espaços de compartilhamento intergeracional.

Tereza Raquel Arraes é mulher Kariri, integra o movimento Retomada Kariri, jornalista, mestra em Literatura e Interculturalidade. Atua e pesquisa nas áreas de comunicação e decolonialidade a partir da diversidade étnico-racial.

Larisse Moraes, mãe do Thiago, professora da RME – Porto Alegre. Idealizadora e coordenadora do projeto “Afroativos: solte o cabelo, prenda o preconceito” desenvolvido na EMEF Saint’Hilaire.

Sou professora e gestora. Estudante de escola pública de ponta a ponta, tenho como propósito de vida reinventar a educação, para tanto, faço parte da CORE: COMUNIDADE REINVENTANDO A EDUCAÇÃO, uma consultoria em EDUCAÇÃO para o desenvolvimento humano, integrando escola e comunidade. Eu a fundei em 2016, informalmente, a partir das contribuições de um de meus mentores, Edgar Morin, cujo livro – Reinventar a Educação – abrir caminhos para a metamorfose da humanidade – tive a honra de traduzir e trazer para o Brasil. Desde 2017. temos nosso estatuto como Associação e vamos nos esforçando para nos estruturar, a partir de uma gestão predominantemente feminina, que também busca equidade e inclusão.

Yogaterapeuta, com foco em educação socioemocional de jovens. Neuropsicoeducadora. Professora de português e de espanhol – Letras USP como graduação, especialista em tradução. Autora e colaboradora em livros didáticos e obras de cunho científico na área da educação. Mestranda em Ciências da Educação. Pesquisando sobre as aprendizagens de jovens para além da sala de aula, em contextos participativos. Facilitadora nas temáticas: Pensamento Complexo, Comunicação Reinventada: CNV e mediação de conflitos para formação de equipes engajadas; Liderança Reinventada; O lugar do corpo na Educação e outras.

16:30 | Contação de História "Encantamentos - O Pinheirinho de Natal" - com Glaucia Domingos

Atriz e jornalista, com Pós-Graduação em Comunicação Audiovisual pela PUCPR. No teatro atua há 24 anos. Desde 2005 realiza espetáculos pela Cia Ilimitada de Teatro, em parceria com o ator, produtor e diretor Marcio Juliano, seu companheiro. Atua no jornalismo desde 1990. Experiência na área de TV e vídeo como repórter, produtora, roteirista, apresentadora, locutora, editora. Coordena sua própria Assessoria de Imprensa especializada na Área Cultural, desde 1996.

SINOPSE
A história adaptada, narrada e ilustrada pela atriz Glaucia Domingos, deste conto de Hans Christian Andersen, publicada pela primeira vez em 1844, é um conto clássico de Natal. Nesta versão é ilustrado com personagens e paisagens criados a partir de folhas, flores, galhos, sementes e pedras encontradas no quintal. Materiais que simbolizam o caráter cíclico da existência e que, propositalmente, reforçam a essência da história contada.

Folhas de diversas árvores como araucária, laranjeira, gabirobeira, goiabeira, plátano, jaqueira, jabuticabeira e, também, flores de bougainvillea, camélia, acácia, estrelícia, manjericão emprestam sua beleza e delicadeza à narrativa.
E é esta visão cheia de encantamento e beleza, presente nos detalhes da própria natureza, que este projeto oferece neste momento de restrições e, que permite aguçar o olhar em nosso entorno e buscar a conexão com o que é essencial.
O vídeo foi gravado em casa com celular, em agosto de 2020.

FICHA TÉCNICA
Adaptação, Narração e Ilustração – Glaucia Domingos
Direção, Captação de Imagem e Montagem – Marcio Juliano
Música – Gymnopédies & Gnossiennes de Erik Satie
Projeto Contemplado pelo Prêmio Funarte RespirArte

Noite | Início: 19h

19:00 | Puja com Lama Padma Samten
20:00 | Exibição do vídeo "A contribuição de Sua Santidade o Dalai Lama ao diálogo inter-religioso".

Programação

Abertura

27/Dezembro
- Domingo -

Saúde

28/Dezembro
- Segunda -

Educação

29/Dezembro
- Terça -

Meio ambiente

30/Dezembro
- Quarta -

Inter-religioso

31/Dezembro
- Quinta -

Encerramento

01/Janeiro
- Sexta -